top of page

Rubya Cookbook: Torta Caprese

Eu amo receitas antigas, sabe?

Especialmente daquelas escritas à mão, quase ilegíveis, mas que nos fazem sentir a presença de quem escreveu aqui pertinho de nós. 


Essa aqui, é da minha bisavó napoletana, Dona Palmira Nicolina.


No caso da Torta Caprese, meu avô citou ingrediente por ingrediente para mim.


Mas eu sei que ele tem um caderninho dela, bem guardadinho e escondido na mini biblioteca de livros de receitas dele (contando todas as receitas que ele tem, acho que posso continuar compartilhando aqui até o ano de 2085 haha)!

--


Para explicar resumidamente, a família da Dona Nicolina fugiu de Napoli por volta de 1800 e pouco (por causa de umas invasões no sul da Itália), e chegaram no Brasil para começar uma vida nova. A mãe dela havia fundado uma padaria na Mooca, onde meu bisavô (vovô Alfredo Correa que também fugiu, mas dessa vez de Coimbra - Portugal, em 1923) era o "caixeiro" de pães.

O vendedor de pães se apaixonou pela filha do dono e eles acabaram se casando!


Aí, eles fundaram juntos, a  "Padaria do Rosário" no Largo do Rosário (Penha, Zona Leste de São Paulo)!

--

Ufa, acho que deu para entender a linhagem, né?


Aliás…. Acho que poderia ser assunto de um prólogo super fofo, para quando lançar minha biografia…

O que você acha? hahaha

-- 


Bom, estou postando essa receita perto do Dia dos Pais, porque ela é super especial para nós! 


PS: "torta caprese" quer dizer que ela vem de CAPRI (Ilha maravilhosa do Golfo de Napoli), e não que ela é feita com tomate, mozzarella di bufala e manjericão (que no caso, originou-se no mesmo lugar). PS: apesar que…. Uma torta caprese ao forno com tomatinhos e mozzarella….. Nada mau, né! ECCO, vamos à ricetta!



Torta Caprese, para uma forma de 18cm de diâmetro Ingredientes

3 Ovos (gemas e claras separadas)

Extrato de baunilha 

125g Açúcar de confeiteiro

30ml de Limoncello (ou raspinhas de limão siciliano -- ou os dois!)


125g Manteiga integral sem sal (na receita original, ela coloca tudo isso de manteiga.. Eu coloquei na minha apenas 30g. Acho a gordura da farinha de amêndoas o suficiente, já.. rs) 200g Amêndoas torradas bem trituradas ou farinha de amêndoas (tanto a farinha quanto os pedacinhos triturados, podem ser torrados em uma frigideira ou no forno. Fique de olho para não queimarem!!) 125g Chocolate meio amargo picado Pitadinha de sal

Manteiga integral sem sal para untar a forma Açúcar de confeiteiro para polvilhar no final

Utensílios

Bowls Fouet ou batedeira de mão Forma 18cm diâmetro, fundo removível

Peneira (para polvilhar o açúcar) 

Papel manteiga para garantir que a massa não grude no fundinho

Modo de Preparo

1) Derreter a manteiga e deixar esfriar.

2) Bater as gemas + açúcar + baunilha + licor/raspinhas. Reservar.

3) Bater as claras em neve -> adicionar delicadamente as claras ao creme. 

4) Adicionar a manteiga derretida, já fria.

5) Adicionar as amêndoas e o chocolate!

6) Assar em forno pré-aquecido 180ºC (no meu forno, ficou no ponto em exatos 30 minutos. Você pode fazer o teste do palitinho ou dar umas batidinhas bem de leve no topo do bolo, para ver se a massa já está compacta e cozida no centro.) 

7) Deixar esfriar para desenformar e polvilhar com açúcar de confeiteiro! 



PER-FEIÇÃO! As amêndoas podem ser substituídas por qualquer castanha de sua preferência. O chocolate pode ser ao leite também! (só cuidado, se quiser usar o chocolate branco. O puro é feito de manteiga de cacau + leite + açúcar e ele pode queimar no forno)... --

E para servir no Dia dos Pais, invista em um Limoncello delicioso (deixe ele no congelador pelo menos 1 dia antes de servir), faça um cafézinho de torra média na hora e sirva tudo quentinho! (Uma bolinha de gelato vai bem também, né?)

Uma "simples" sobremesa pode se tornar uma experiência afetiva quando servimos com algo para acompanhar (tipo o café e o limoncello -- uma combinação diferente);


+ uma historinha para contar;

+ quem nós amamos para compartilhar!


Espero que você tenha gostado!


Tanti baci!!

Rubya


Comentarios


bottom of page